Tradições

Pensar em tradições pressupõe seguir adiante com determinada cultura.Acima de tudo, respeitar e praticar certa cultura é resgatar valores imensuráveis para qualquer sociedade.

Valores como honestidade, honra, afeto, familiaridade, companheirismo, entre outros. Tradições são a melhor forma de ensinar aos novos e perpetuar esses ensinamentos.  Através delas é possível inferir velhos costumes, nos dando a oportunidade de fazer diferente, de ser criativo e pensar novos padrões, sem deixar de lado conceitos os quais acreditamos.

“Acima de tudo, respeitando as tradições aprendemos a escutar.”

Através da prática de Hung Gar kung fu, treinamos nosso corpo inferindo  técnicas milenares, porém, também, praticamos tradições orientais como a cerimonia do chá, dança do leão, entre outras.  Com isso, estruturamos nosso corpo e nossa mente para seguirem em uníssono com o aperfeiçoamento pessoal.

“Treinávamos  a Dança do leão para o ano novo chinês, e observei meus alunos mais velhos ensinando as técnicas para os mais novos, lembrei quando fui para a China aprender com meu mestre a mesma técnica,  que aprendeu do mestre dele há muitos anos atrás…e pensei como há mais de 2000 mil anos algumas técnicas tradicionais ainda perduram, (com algumas modificações, obviamente ocasionadas pelo tempo), porém, perduram, sua origem, filosofia e conceitos principais  extrapolaram barreiras dos tempo e espaço, pois já estamos no ocidente aprendendo e ensinando técnicas do oriente; mais do que isso, muitas delas apenas via oral, ensinamentos do relacionamento “mestre – discípulo” sem nenhum registro material. Para mim isso é realmente incrível e maravilhoso. Mostra a capacidade do ser humano perpetuar seu legado, mesmo após a morte física.”

Kung Fu tradicional, se trata disso! Uma arte marcial,  que leva a risca o conceito da expressão: “arte”   é uma derivação da palavra latina “ars” ou “artis”, correspondente ao verbete grego “tékne”. O filósofo Aristóteles se referia a palavra arte como “póiesis”, cujo significado era semelhante a tékne. A arte no sentido amplo significa o meio de fazer ou produzir alguma coisa, sabendo que os termos tékne e póiesis se traduzem em criação, fabricação ou produção de algo.

“Marcial”  tem origem no latim e refere-se a “marte” o “Deus da guerra”.

Contudo a expressão “arte marcial” denota um profundo sentido utilizado no mundo todo para caracterizar formas culturais de diversos tipos de Lutas.

Formas de Lutas, que como expressão cultural são passadas através de tradições. Inferindo respeito ao próximo, respeito ao oponente, respeito a sí mesmo e a todas as formas da natureza.

Kung Fu se trata disso! Aperfeiçoamento pessoal, através da arte marcial no sentido mais original da expressão. Praticantes de Hung Gar são, acima de tudo artistas, que produzem suas próprias criações através da expressão corporal, para sí mesmos, respeitando as tradições dos mestres antigos.

 

Mestre Renata B.

Dança do Leão
Dança do Leão